terça-feira, 23 de julho de 2019

Desaparecido após sair para empinar pipa, Yuri é encontrado morto


Vítima estava com saco na cabeça e marcas no corpo. Polícia suspeita que menino tenha sofrido violência sexual e agressor seria conhecido da família

O corpo do menino Yuri Ruan Francisco Gonçalves, 13 anos, desaparecido desde a terça-feira (16), foi encontrado na manhã da segunda-feira (22), em Itapevi, região metropolitana de São Paulo, em área de mata fechada a cerca de dois quilômetros do local onde morava.

O jovem sumiu após ter saído para soltar pipa com alguns amigos. O suspeito pelo crime foi detido nesta terça-feira (23), em Registro, no interior de São Paulo.

De acordo com a mãe, Iara Gisele, ele e outros amigos saíram para brincar em uma praça próxima a casa onde moram. Segundo ela, ele e os amigos tinham o hábito de sair para soltar pipa. No entanto, em algum momento, Yuri teria se separado dos colegas. Depois disso, não foi mais visto.


Antes de o corpo ser localizado, a mãe afirmou que seu filho não tinha problemas com drogas nem problemas mentais. Segundo ela, ele saiu apenas com a roupa do corpo e sem dinheiro.

A vítima foi encontrada com um saco na cabeça e com marcas de agressão. Além disso, um pedaço de madeira com vários pregos foi encontrado no local. A polícia acredita que o menino tenha sido estuprado. 

Segundo o delegado Aloysio Mendonça Neto, o suspeito de ter assassinado Yuri é conhecido da família. O menino teria sido morto após ser abusado e ameaçado contar à mãe o que aconteceu. O suspeito teve a prisão temporário decretada, na sexta-feira (19), e se entregou à polícia nesta segunda-feira (22), em Registro, no interior de São Paulo.

O homem, que é casado e tem dois filhos, foi visto pela família dois dias após o desaparecimento do garoto. Ele também é suspeito de ter abusado de seus irmãos. Ele será transferido para Itapevi, nesta terça-feira (23). O caso é investigado pela delegacia de Itapevi.

Nenhum comentário: