segunda-feira, 3 de junho de 2019

Depois dos cortes de recursos na atenção básica, Camocim fica em último lugar na Campanha Nacional de Vacinação Contra a Gripe

A vacinação contra Influenza, que acontece anualmente, é uma das medidas mais eficazes para a prevenção das formas graves, com a consequente redução das internações e mortes pela doença, principalmente em indivíduos que apresentam fatores ou condições de risco. No ano de 2019, o Ministério da Saúde lançou a a 21ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza para grupos prioritários, a acontecer no período entre 10 de abril e 31 de maio. 

A única cidade da 16° CRES a não alcançar a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde e Secretaria de Saúde do Estado foi a cidade de Camocim, que agora tem até o dia 14/06/2019 para atingir a meta mínima de 90%. Agora o Município deverá buscar estratégias para continuar vacinando exclusivamente os grupos prioritários, em especial, aqueles com baixa adesão à vacinação.

Essa ação, garantirá o alcance do principal objetivo da campanha de vacinação, que é a redução das formas graves e complicações pela gripe, bem como reduzir a mortalidade pela doença. Vale destacar que as coberturas vacinais precisam ser homogêneas entre os grupos para o alcance da meta no município. 

Vale salientar que enquanto município de Martinópole, Granja, Chaval e Barroquinha vão abrir vacinação para a população em geral, a cidade de Camocim nem fechou seu grupo prioritário.

Atenção básica

Recentemente o município de Camocim teve a transferência de incentivos financeiros suspensos pelo Governo Federal. Motivo: O Município  não realizou  o envio da produção da Atenção Básica para o Sistema de Informação - SISAB. A suspensão dos recurso prejudica diretamente os Agentes Comunitários de Saúde, Equipes de Saúde da Família, Equipes de Saúde Bucal, Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica.

Clique nas imagens para conferir a pontuação dos municipios. 


Martinópole


Granja


Chaval

Camocim


Carlos Jardel

Nenhum comentário: