terça-feira, 7 de maio de 2019

Vereadores da oposição ficam frente a frente com Sérgio Aguiar durante audiência no Fórum de Camocim


O Fórum de Camocim ficou agitado na tarde desta segunda-feira 6, pois estavam dividindo o mesmo ambiente, os cinco vereadores de oposição, advogados de acusação e defesa, além do deputado estadual Sérgio Aguiar.

Por volta da 14h o Juiz Eleitoral da 32º Zona, em Camocim, Dr. Tiago Dias da Silva, iniciou as oitiva das testemunhas. Os vereadores Erasmo Gomes (PSL), Dr. Ismael (PDT), Oliveira da Pesqueira (PCdoB), Juliano Cruz (PSD) e Júlio Cesar Sotero (PSD) que foram os denunciantes, estavam como testemunhas do Ministério Público Eleitoral no procedimento que apura a grave denúncia da Procuradoria Geral Eleitoral contra o deputado estadual Sérgio Aguiar (PDT) e sua esposa Monica Aguiar(PDT), por uso da máquina pública e abuso do poder politico na prefeitura de Camocim, em beneficio direto da candidatura de Sérgio, nas eleições de 2018. O caso remonta a contratação supostamente ilegal de bolsista através de uma Fundação e de um Instituto, ambos com finalidade de desviar dinheiro para a contratação de cabos eleitorais.

O Tribunal de Contas do Estado reconheceu a denúncia dos vereadores a mandou a prefeita suspender imediatamente os contratos. Os supostos valores desviados podem ultrapassar os R$ 40 milhões de reais, que seriam usados para contração de cabos eleitorais visando a candidatura de reeleição do deputado Sérgio Aguiar.

Cada vereador foi ouvido individualmente pelo juiz e respondeu às perguntas formularas pelo MP. Sérgio permaneceu na sala de audiências e escutou cada uma da testemunhas, mas permaneceu calado.

O Portal de Camocim teve acesso ao Termo de Audiência.


Portal de Camocim

Nenhum comentário: