sexta-feira, 31 de maio de 2019

Secretário da Saúde não presta contas com Governo Federal e município tem incentivos financeiros suspensos


O Município de Camocim, através da Secretária Municipal da Saúde, comandada pelo Secretário Fernando Fernandes,  teve a transferência de incentivos financeiros suspensos pelo Governo Federal, conforme Portaria do Ministério da Saúde de nº 788 de 17 de maio de 2019, publicado no Diário Oficial da União AQUI. O Município  não realizou  o envio da produção da Atenção Básica para o Sistema de Informação  SISAB, referente a três competências consecutivas: setembro, outubro e novembro de 2018. 

 A suspensão dos recurso prejudica diretamente os Agentes Comunitários de Saúde (ACS), Equipes de Saúde da Família (ESF) e Equipes de Saúde Bucal (ESB), Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB).

Município Inadimplente

O Município já encontra-se inadimplente com o Estado,  impossibilitado de receber verbas e celebrar convênios, devido a prestação de contas da Secretária da Educação ter sido reprovada pelo Tribunal de Contas do Estado - TCE por irregularidades.

Alfinetada

Já falei várias vezes aqui no blog que o Secretário da Saúde de Camocim é um incompetente. Ele não gosta do adjetivo. Eu também, no lugar dele, não gostaria. E se estivesse no lugar dele, na situação dele,  já teria feito um grande serviço para a coletividade:  RENUNCIADO! 

É impossível que este senhor ainda não se tenha se tocado que é, dentre todos, o pior dos gestores do Governo Monica.

E será que a prefeita também ainda não se deu conta que está queimando seu capital politico sustentando em seu governo um gestor desta natureza; comprovadamente incompetente!?

Carlos Jardel

Nenhum comentário: