segunda-feira, 20 de maio de 2019

Camocim - Protocolado pedido de cassação do mandato do vereador Erasmo

O estudante Ray Fontenelle protocolou hoje na Secretaria da Câmara de Vereadores de Camocim o pedido de cassação do mandato do vereador do PSL, Erasmo Gomes. 

"Em nome da livre manifestação de pensamento e do pleno exercício de cidadania, estamos aqui, na Câmara Municipal de Camocim, apresentando um pedido de cassação do mandato do vereador Erasmo Gomes", disse Ray ao publicar foto do momento em que protocolou o pedido.

No último dia 15, o vereador chamou de maconheiros professores e estudantes de Camocim que organizaram a Greve Nacional da Educação, contra as medidas do presidente Bolsonaro, que cortou  em 30% os repasses financeiros para a educação.

As declarações do vereador causaram imensa repercussão na cidade. Alunos e professores do IFCE de Camocim  assinaram e publicaram uma Nota de Repúdio contra Erasmo, que foi lida durante Sessão Legislativa.

"Entendemos, entre outras coisas, que os dirigentes do sindicato Apeoc não são maconheiros, que os professores não são canalhas, e que os estudantes não são preguiçosos. Democracia se faz com respeito às diferenças e a construção de um mundo melhor, se faz sem preconceitos. É simples: todo mundo respeita todo mundo", finalizou a postagem.

O pedido de cassação do vereador deverá ser lido na próxima sessão, passando a tramitar conforme as regras jurídicas da Casa. Se aceito, será criada uma comissão processante para proceder com apuração de denuncia e posterior votação em plenário após apresentação do relatório conclusivo.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: