quarta-feira, 15 de maio de 2019

Camocim participa da Greve Nacional da Educação



Hoje pela manhã, alunos e professores do  IFCE de Camocim e da Escola de Tempo Integral  Deputado Murilo Aguiar (antigo Liceu), juntamente com a comissão do Sindicato Apeoc e representantes de demais sindicatos participaram da Greve Nacional da Educação, contra o governo Bolsonaro, que determinou o corte de 30% nos recursos da educação e que tenta aprovar, a todo custo, a Reforma da Previdência, considerada um retrocesso para todos os trabalhadores. 

A concentração ocorreu na Pracinha do Amor, seguida de uma caminhada que se encerrou na Praça Pinto Martins, no coração do Centro Comercial. Os manifestantes apresentaram faixas e cartazes com frases tratando da discussão nacional: "em defesa da educação, ciência e tecnologia pública e da liberdade de ensinar e aprender".


Trabalhadoras e trabalhadores em educação, estudantes e comunidade escolar estão mobilizados para a Greve Nacional da Educação. É um grande protesto contra a proposta de reforma da previdência altamente prejudicial para os mais pobres, para o magistério e trabalhadores/as rurais; e contra os sucessivos cortes nas políticas educacionais (ensino superior e educação básica) e a ameaça de acabar com a vinculação constitucional que assegura recursos para a educação (Fundeb e outras políticas). Diversas entidades declararam apoio à mobilização.

A pauta de reivindicações também inclui o fim do patrulhamento ideológico nas universidades, da ofensiva Lei da Mordaça e de uma série de políticas que impõem retrocessos civilizatórios. Leia a lista completa AQUI

Mais fotos AQUI

Carlos Jardel

Nenhum comentário: