quarta-feira, 13 de março de 2019

"Má vontade dos vereadores da oposição" prejudica atendimento da saúde, diz prefeito em Nota Pública

Segue a  Nota Pública II do Professor Ademar, publicada em seu perfil no Facebook.

A Prefeitura Municipal de Barroquinha encaminhou à Câmara de Vereadores o Projeto de Lei Nº 11/18, datado de 20/11/2018, visando à contratação temporária de excepcional interesse público objetivando a contratação de profissionais de saúde como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, odontólogos, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicólogos e agentes comunitários de saúde. 

Haja vista tamanha necessidade desses servidores, uma vez que diversas ações e serviços de saúde estão deixando de ser realizados, a gestão municipal buscou agilizar o processo de contratação, obedecendo aos prazos e procedimentos legais para garantir a manutenção dos serviços. 

Devido ao atraso na votação do projeto causada por má vontade dos vereadores da oposição, o município está praticamente sem atendimento odontológico, prejudicando assim a saúde bucal da população usuária que procura pelos serviços constantemente. A penas um dentista está atendendo distrito de Araras, sendo que há a necessidade de mais 6 para as demais unidades; as 2 unidades de saúde do distrito de Bitupitá estão desassistidas por enfermeiros, profissionais de extrema importância na assistência, promoção e prevenção à saúde rumo à consolidação da atenção primária. 
Os serviços de fisioterapia também se encontram paralisados no referido distrito, deixando vários pacientes com seu problemas de saúde agravados.

O campo da saúde mental também se encontra fragilizado, pois dezenas de pacientes estão sem acompanhamento psicológico, piorando assim gravemente o estado emocional daqueles que necessitam desses serviços. 

Além desses, diversos outros prejuízos estão sendo trazidos à saúde da população, resultado da má conduta e da ganância pelo poder que está acima do bem comum.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: