segunda-feira, 14 de janeiro de 2019

Malévola - Prefeita de Camocim persegue enfermeiras que não votaram nela e no seu marido deputado

Além de perseguir os professores Mario Roberto e Neudson Carvalho, dirigentes da Comissão Municipal do  Sindicato Apeoc - veja a matéria AQUI -  a prefeita Monica Aguiar também está perseguindo profissionais da área da saúde, três enfermeiras, que não votaram nela nas eleições municipais e nem no seu esposo deputado, no último pleito estadual. 

Profissionais respeitadas, concursadas da sede municipal, com reconhecido serviço prestado em seus respectivos locais de atendimento, foram transferidas, sem justificava plausível,  para a Zona Rural, para que, assim, a prefeita coloque enfermeiras aliadas na sede do município.

Secretário da Saúde arrogante

Uma das enfermeiras se dirigiu ao incompetente secretário da saúde, Fernando Fernandes, para obter mais explicações sobre a transferência e foi recebida com indiferença e arrogância. A profissional, que é mãe de crianças menores de 5 anos, ao falar das dificuldades de trabalhar na Zona Rural justamente por conta dos filhos,  obteve a seguinte resposta do gestor da saúde: " Eu não sou psicologo para resolver problemas familiares. Se vire!"

O nome das profissionais da saúde, e mais detalhes sobre este caso, que deverá ser resolvido na Justiça, conto numa próxima postagem.


Carlos Jardel 

Nenhum comentário: