quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Troca de votos por sentença judicial: denúncia de Marcos Coelho pode levar à cassação de Sérgio Aguiar

"Sérgio solta, basta um recadinho"



O vereador Marcos Coelho (PSDB) denunciou ao Ministério Público o "agenciamento de votos por parte de colaboradores da campanha do deputado Sérgio Aguiar (PDT), no sentido de angariar votos em troca da influência deste, em sentença e decisões proferidas pelo poder judiciário em Camocim". 

Entenda

Uma cabo eleitoral, em serviço de campanha politica, garantiu a uma cliente do advogado Marcos Coelho, que seu filho, que encontra-se preso na cadeia pública de Camocim, poderia ser solto caso a mesma declare seu voto ao deputado Sérgio Aguiar. 

O Revista Camocim teve acesso ao áudio da conversa, via whatsapp, que foi protocolada no anexo da denúncia ao Ministério Público. Eis alguns trechos:

"Mulher, tenta com o Sérgio, ele já soltou muita gente", disse a colaboradora de Sérgio através de áudio no whatsapp. "Esse tempo de politica pra ele e muito fácil. É só (ele) mandar um recado: solta ,e pronto. Ele quer é o voto de vocês. Não perde tempo com o marcos coelho mais não"

Na denúncia, Marcos Coelho, acrescenta que o caso vislumbra "fortes indícios de grave ameaça ao seu exercício profissional e um flagrante crime eleitoral, que merecem ao certo, serem investigados".

Ainda no áudio, a ajudante do deputado insiste: "Sérgio solta.  Na hora que ele mandar. É só um recadinho que ele manda. Em tempo de politica eles fazem qualquer coisa".

Ao final de sua representação, o advogado Marcos Coelho requer, aos senhores promotores, na medida de suas competências, a adoção das providencias e ações cabíveis com o intuito de apurar as referidas condutas, inclusive quanto a participação do candidato a deputado estadual Sérgio Aguiar , e uma vez constatada, sejam processados e punidos.


Denúncia



Carlos Jardel

Nenhum comentário: