segunda-feira, 25 de junho de 2018

Prefeita Monica nomeia mais um 'de fora' em cargo de confiança. Desta vez, parente do vereador Cabeção de Chaval

Dep. Sérgio e Vereador Cabeça

Enquanto isso Sérgio vai deixando de fora seus aliados de Camocim.


A prefeita Monia Aguiar continua empregando na prefeitura de Camocim apadrinhados do deputado estadual Sérgio Aguiar na Região. Desta vez, verificando o portal da transparência, constatamos o nome de um irmão do vereador Júnior Cabeção de Chaval ocupando o cargo de Coordenador de Projetos da Secretaria Municipal da Infraestrutura.

Vale ressaltar que não é um simples contrato temporário, é um cargo Comissionado, de confiança da prefeita, garantido através de acordo politico. 

Entenda: 

O vereador Junior Cabeção se elegeu pedindo votos no palanque do atual prefeito de Chaval, Sebastiãozinho, porém, recentemente resolveu trair o grupo, se aliando a oposição comandada pelos Pachecos, e em seguida declarou apoio ao deputado estadual Sérgio Aguiar, sendo que na celebração  desta aliança, Sérgio teria que empregar um dos parentes do vereador.

"O deputado e a prefeita estão sendo muito bons para cumprir acordos com 'os de fora', que nem votam neles. Já os daqui, tem um monte desempregado desde outubro do ano passado, que eles colocaram pra fora da prefeitura, tendo que passar vergonha nas redes sociais", disse ao blog, revoltada, uma aliada de Sérgio e Monica, que pediu sigilo após nos repassar a informação, que inclusive consta  no Portal da Transparência. Ela disse mais: " cargo de confiança pros de fora pode, pros daqui não. É muito engraçado. Depois quando perder a eleição não sabe porque foi".

Em Chaval

Já uma fonte de Chaval disse: " os eleitores do vereador Cabeça também estão insatisfeitos: primeiro ele traiu o grupo que o elegeu, se aliou ao deputado Sérgio  dizendo que as coisas iriam melhorar pros eleitores, no entanto, ele tratou de 'ajeitar primeiro' seus parentes na prefeitura de Camocim".


Enquanto isso, os puxa sacos da prefeita Monica e do deputado Sérgio Aguiar, que "sofrearam feito condenados no meio dos infernos",  como eles dizem: "dando o sangue", trabalhando para eleger a prefeita, muitos pegaram "pé na bunda" dos contratos temporários, outros, sequer conseguiram lamber por meia hora um rapadura da prefeitura. 

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: