sábado, 25 de novembro de 2017

Precatórios - Vereadores da prefeita diminuem o encargo que a sociedade lhes confiou

Professor Mário Roberto

Sinceramente, eu não entendo o porquê de um prefeito ou secretário não poder ir à Câmara Municipal prestar esclarecimentos, dar respostas diante de questões que são do interesse do povo.

Prefeito(a) e seus Secretários tinham é que ter o interesse de ir à Casa do Povo para expor o que de bom estão fazendo, bem como justificar as próprias falhas. Eles é que tinham que tomar a iniciativa.

Não nos digam que é por causa da oposição que quer fazer politicagem. Entenda: nada vai contra alguém se esse alguém tem serviço prestado. Ora, quem não deve, não teme!

Nas campanhas eleitorais, estão sempre apresentando suas ideias e fazendo alarde com seus projetos. Então, por que não adotar a mesma postura no exercício do mandato?

Infelizmente, em Camocim, nas votações que pedem esclarecimentos da Prefeita ou de seus Secretários, a Câmara reprova todo e qualquer requerimento, como se esses homens precisassem de blindagem. Lamentável, pois assim os VEREADORES DIMINUEM O ENCARGO QUE A SOCIEDADE LHES CONFIOU, o de serem fiscalizadores do dinheiro público.

Geralmente, são nove ou dez vereadores que tem agido assim. Nesta sexta, 24/11, repetiram o feito na presença de professores mobilizados em prol de uma luta justa e que tem o apoio de toda a sociedade.
Esses vereadores estão errando, e errando muito. E olhe que são apenas requerimentos. Numa triste demonstração de subserviência ao Executivo, rasgam a TEORIA DA SEPARAÇÃO DOS PODERES, os quais devem ser harmônicos, mas também independentes. Igualam-se, assim, àqueles que contra o povo brasileiro tem apoiado descaradamente o impopular governo de Michel Temer.

"Artigo 15. A sociedade tem o direito de pedir contas a todo agente público pela sua administração." (Declaração dos Direitos do Homem e do Cidadão. França, 1789)

Nenhum comentário: