terça-feira, 24 de outubro de 2017

Ex-prefeito condenado de Chaval diz que "politico é como barrão dentro do chiqueiro: quando ronca muito, depois só sai a morte".


A vida politica da cidade de Chaval, de ontem pra hoje, foi bastante movimentada, tanto nas ruas como nas redes sociais. Até o  ex-prefeito e líder politico da oposição, Paulo Pacheco, que sofreu uma condenação da Justiça, em 2012, por desvio de dinheiro público, postou um áudio irônico nas redes sociais comparando politico com "barrão (porco) dentro do Chiqueiro, quando ronca muito, depois só sai a morte". 

O áudio  do ex-gestor, que vazou, foi enviado para  uma pessoa identificada por "Naldão", logo  após a vinculação, em carro de som, de uma nota da prefeitura AQUI informando irregularidades da gestão de Pacheco Neto, filho de Paulo Pacheco. 

Alfinetada

Bom, com o histórico de uma condenação na Justiça, por desvio de verbas públicas, e com a maior  rejeição da história que teve o último candidato do grupo Pacheco, perdendo com uma diferença  de 3.348 votos, a maior da história,  não fica muito difícil de descobrir  quem, de fato, é o "barrão do chiqueiro que roncou e  morreu".

Carlos Jardel

Nenhum comentário: