quarta-feira, 28 de junho de 2017

DELEGACIA REGIONAL DE POLÍCIA CIVIL DE CAMOCIM: FORÇAS POLITICAS DEVERIAM SE ENVERGONHAR!

A criminalidade agradece!


As  forças politicas do Estado que se beneficiaram com os votos da população camocinense, nas últimas eleições, deveriam se envergonhar no quesito "segurança pública", no tocante a Delegacia Regional de Policia Civil de Camocim. Entenda: 

A Delegacia Regional de Policia Civil de Camocim funciona de segunda a sexta, das 08h às 12h e das 14h às 18h. Deixou, há bastante tempo, de realizar atendimentos no turno da noite. As ocorrências neste horário são resolvidas em Sobral. O plantão 24h só ocorria nos finais de sema. Agora nem isso; poisa mesma perdeu o posto de plantonista para Jijoca de Jericoacoara. Resumindo: a Delegacia Regional de Polícia Civil de Camocim ficará totalmente fechada nos finais de semana.  Foi o tiro de misericórdia quer faltava! 

Alfinetada

Políticos imprestáveis! 

A começar  pelo casal amigo do Governador Camilo Santana; a  prefeita Monica Aguiar e seu esposo, o deputado Sérgio Aguiar, que nada conseguiram fazer para melhorar a situação de precariedade do atendimento da Delegacia Regional de Polícia Civil de Camocim. Em seguida temos: os  deputados Gony Arruda  e  Robério Monteiro, que também gozam do privilégio de compor a base aliada do Governo e que se beneficiaram com os votos da população de Camocim e das demais cidades atendidas pela Delegacia Regional (Granja, Martinópole, Uruoca, Senador Sá, Barroquinha e Chaval). Por último, no mesmo barco dos que nada conseguiram nesta questão, além dos votos do povo de Camocim,  temos o deputado Capitão Wagner, que apesar de não ser da base do Governo, levanta, como ninguém, a bandeira da segurança pública do Ceará. 

Todos, neste quesito DRPC, foram, e estão sendo, imprestáveis com relação a segurança pública de Camocim e região.

E nem falamos da estrutura física (prédio) da Delegacia Regional, que é uma vergonha!

Enquanto isso, a criminalidade na região agradece a força politica de Camocim! 

Carlos Jardel

Nenhum comentário: