terça-feira, 16 de abril de 2019

Supremo declara guerra às Forças Armadas: PF está na casa do general Paulo Chagas

O Supremo Tribunal Federal (STF), por meio do ministro Alexandre de Moraes, autorizou nesta terça-feira (16) a Polícia Federal (PF) fazer busca e apreensão na casa do general Paulo Chagas, ex-candidato ao governo do Distrito Federal.

Pelo Twitter, o militar reformado ficou triste por não poder colaborar com os policiais. “Lamentei estar fora de Brasília e não poder recebê-los pessoalmente”.


Procurado pela reportagem do site Metropoles, o general acredita que a ação é consequência das opiniões emitidas por ele sobre o STF. “Sou um cidadão comum e tenho o direito de emitir minha opinião sobre tudo o que penso. Ao menos, eu pensava que sim. Sempre falei mal do STF, não dá instituição, que foi criada para defender a Constituição, mas do formato do conjunto de ministros que vezes tenta defender a impunidade de criminosos e não a liberdade”.

Ele ainda deixou claro que o STF acabou escancarando inquérito existente para tentar calar quem tem o direito de pensar e se expressar de forma diferente da corte. “Não me sinto humilhado porque nada fiz a não ser de me posicionar como um cidadão que tem sua própria opinião sobre o que vem acontecendo”.

Em tempo

Segundo o site O Antagonista, essa é uma das 10 operações da PF ordenadas por Alexandre de Moraes e vazadas à Folha de S. Paulo.

Via Cerá News7

Nenhum comentário: