quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Chefe de esquema de lavagem de dinheiro preso é gestor público em Pacatuba


Dos sete presos por participação em esquema de lavagem de dinheiro que movimentou R$ 23 milhões, dois exercem cargo público na Prefeitura de Pacatuba. Antônio Fábio da Silva Araújo, 41, o Bim Araújo, é secretário da Articulação Politica do Município. Ele não possuía antecedentes criminais. 

O outro trabalhava como funcionário de Bim na pasta e foi identificado como Maurílio da Silva Oliveira, 44. Ambos, assim como o restante dos indiciados, responderão por organização criminosa, lavagem de dinheiro, agiotagem e sonegação fiscal. Todas as prisões foram convertidas em liberdade condicional com monitoramento de tornozeleira eletrônica.

As informações foram divulgadas pela Polícia Civil em coletiva de imprensa na manhã desta quarta-feira, 19 e são resultado da Operação Proprietarius.

Redação O POVO Online,
com informações da repórter Alexia Vieira

Nenhum comentário: