segunda-feira, 1 de outubro de 2018

#EleNão: A manifestação histórica liderada por mulheres no Brasil


Uma multidão de mulheres, no último sábado, 29, tomou conta das ruas das principais capitais do Brasil para protestar  o candidato Bolsonaro. O Evento chamado #EleNão, se espalhou por cidades brasileiras e "foi a maior manifestação de mulheres na história do Brasil. Foi também uma das maiores manifestações contra um candidato, independentemente das mulheres". As afirmações são de Céli Regina Jardim Pinto, autora do livro "Uma história do feminismo no Brasil" e professora do Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

O número total de pessoas que participaram das manifestações é incerto - a Polícia Militar não divulgou estimativas de público nas principais cidades, como costumava fazer durante as manifestações pró e contra impeachment de Dilma Rousseff.

Segundo o G1, 114 cidades em 10 estados tiveram manifestações contrárias a Bolsonaro. Também houve atos em diferentes cidades do mundo, como Nova York, Lisboa, Paris e Londres. As maiores manifestações aconteceram em São Paulo e no Rio de Janeiro. Por imagens aéreas dos atos, cálculos que consideram a área ocupada pelos manifestantes, produzem estimativas do número de presentes em uma análise conservadora e não científica: chega-se a cerca de 100 mil pessoas no Largo da Batata, em São Paulo, e 25 mil na Cinelândia, no Rio, no momento de pico.

Nenhum comentário: