segunda-feira, 25 de junho de 2018

Receita Federal vai fechar agência de Camocim

Foto: Portal de Camocim
A partir do dia 6 de julho, 25 agências da Receita Federal serão fechadas no Brasil. Uma delas está no município cearense de Camocim, a cerca de 360 quilômetros de Fortaleza. De acordo com a Receita, essa agência está entre as que possuem um menor número de atendimentos e na qual são ofertados serviços que, em sua maioria, podem ser realizados pela internet.

Ainda de acordo com a Receita Federal, como alternativa à agência que será fechada em Camocim, será instalado um posto de atendimento que, possivelmente, funcionará em parceria com o governo municipal. A Receita não informou a quantidade de trabalhadores que atual, hoje, na unidade de Camocim, mas disse que, provavelmente, o excedente será transferido para outras agências. Atualmente, a Receita Federal já conta com quatro postos de atendimento no Ceará, localizados em Baturité, Crato, Horizonte e Icó.

Em todo o País, segundo a Receita Federal, existem 360 agências. O Estado mais afetado será Minas Gerais, com o fechamento de agências em quatro cidades. No Paraná e no Rio Grande do Sul serão três; e, em São Paulo, duas. De acordo com a portaria publicada nessa segunda-feira (25) no Diário Oficial da União, o motivo do encerramento das atividades é o o cancelamento de parte da verba destinada a Secretaria da Receita Federal.

A relação com os nomes dos funcionários que serão desligados e o impacto das demissões no orçamento devem ser anunciados até o dia 4 de julho.

MUNICÍPIOS QUE TERÃO AGÊNCIAS FECHADAS Camocim-CE, Jardim-MS, São Luiz dos Montes Belos-GO, Manacapuru-AM, São Gabriel da Cachoeira-AM, Sena Madureira-AC, São Raimundo Nonato-PI, Penedo-AL, Pau dos Ferros-RN, Ibotirama-BA, Itamaraju-BA, Ponte Nova-MG, Itaúna-MG, Oliveira-MG, Cataguazes-MG, São Mateus-ES, Piraju-SP, Jales-SP, Videira-SC, Loanda-PR, Laranjeiras do Sul-PR

Nenhum comentário: