quarta-feira, 16 de maio de 2018

Família é surpreendida ao descobrir que seu cachorro na verdade é um urso em extinção


Andando em quatro patas e com a aparência de um cachorro, um urso chinês em extinção estava vivendo com uma família chinesa sem levantar muitas suspeitas. Para a dona, Su Yun, a única estranheza era o fato do bicho comer um caixa de frutas e dois baldes de macarrão diariamente. O pet pesa cerca de 200 quilos. Informações são da TV chinesa CGTN.

A família pensava que o "cachorro" era um mastim tibetano, uma raça famosa de cães pesados e com pelagem negra espessa. Na China, ele vale milhares de dólares e é comum da elite do País. Somente dois anos após a compra, Su Yun descobriu que o "cachorrinho" era um urso negro asiático selvagem. O sentimento foi de medo. "Quanto mais ele crescia, mais ele ficava parecido com um urso. Eu tenho um pouco de medo de ursos", afirmou.

Assustada, a família pediu ajuda e o urso foi transferido no início desta semana para um centro de proteção animal na província de Yunna. Os tratadores sedaram o animal por medo de acontecer alguma coisa. 

A família poderia ser acusada por criação ilegal de animais selvagens, mas como cooperaram com a Polícia, não serão penalizados severamente. A espécie é listada como protegida na China devido o comércio ilegal de partes de seu corpo, o que ocasionava a redução drástica da população de ursos negros.

"Dado que o pai havia criado o animal sem saber que ele era um urso e depois entrou em contato ativamente e cooperou conosco para enviá-lo às autoridades florestais, nós lhe daremos uma punição reduzida", pontuou Zhang Haibin, vice-diretor da Delegacia de Polícia Florestal de Yiliang.

Redação O POVO Online

Nenhum comentário: