sexta-feira, 6 de abril de 2018

Defesa de Lula apresenta pedido à ONU para evitar prisão do ex-presidente


Advogados de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) apresentaram um pedido de medida cautelar à Organização das Nações Unidas (ONU), conforme informações do jornal Folha de S. Paulo. Eles denunciam o que consideram uma “prisão arbitrária”, já que não foram esgotados todos os recursos a que a defesa tem direito. A expectativa é que a entidade peça a suspensão da medida emitida pelo juiz federal Sergio Moro na última quinta-feira, 5.

O mandado de prisão de Moro foi emitido menos de 24 horas depois da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em negar o pedido de habeas corpus de Lula. A ordem foi uma surpresa, já que a defesa ainda poderia pedir o chamado “embargo dos embargos” para impedir a prisão de Lula. Sergio Moro critica que os recursos que a defesa poderia solicitar são uma “patologia protelatória”. "Hipotéticos embargos de declaração de embargos de declaração constituem apenas uma patologia protelatória e que deveria ser eliminada do mundo jurídico", criticou.

Conforme o mandado, o ex-presidente deve se apresentar à Polícia Federal em Curitiba até as 17 horas desta sexta-feira, 6. Nesta manhã, a decisão de Lula é de que ele não se entregaria em Curitiba.

O POVO

Nenhum comentário: