quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Justiça não proíbe festa em praça pública de Chaval. A festa é da iniciativa privada e não da Prefeitura.

O Juiz  de Direito Saulo Gonçalves Santos não proibiu a realização da festa com bandas que ocorrerá em praça pública neste sábado, 26, na cidade de Chaval. O motivo é obvio: a festa não está sendo bancada com recursos públicos, como afirmou o promotor de Justiça Plínio Arruda em ação ajuizada em favor dos servidores municipais que estão com salários atrasados. A festa é uma  realização da iniciativa privada, do empresário Donato Fontenele.

Leia AQUI no link do Chavalzada a decisão do Juiz e confira.

Alfinetada

A Oposição se aproveitou da desinformação do Promotor Plínio Arruda, sobre a realização da festa, para gerar o "festival da malandragem" e induzir a opinião pública a "colocar chifres em cabeça de galinha". 

Sobre a declaração inverídica do promotor, a respeito da festa, que serviu tão somente como plataforma pros politiqueiros de plantão, falaremos depois. 

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: