quinta-feira, 13 de julho de 2017

MOTOTAXISTAS INGRESSAM COM AÇÃO NA JUSTIÇA CONTRA PROJETO DA PREFEITA MONICA


Após polêmica aprovação na Câmara, o Projeto de Lei (N° 08/2017 de 31 de março de 2017) do poder Executivo municipal de Camocim que prevê aumento no número de vagas para mototaxistas ainda não foi dado provimento por parte do município. A lei autoriza a concessão de mais 30 vagas além das 260 já existente. 

A iniciativa de aumentar as vagas gerou repúdio por parte dos integrantes da categoria que alegam não ser viável economicamente. Segundo eles, colocar mais profissionais na rua significa tornar mais dificultoso a lucratividade da atividade. Por essa razão, o líder da categoria, João Sales ingressou com recurso no Ministério Público Estadual, através da 2° Promotoria de Justiça de Camocim para questionar a viabilidade da lei municipal. 

Com o aval do Poder Legislativo, a Prefeitura já pode conceder as vagas de mototáxis.  

André Martins/CPN
Foto: Portal de Camocim

2 comentários:

Wro Oliveira disse...

São 230 atuais e com mais 30=260.

João sales Moto disse...

Não são 260 mototaxi e sim 230 ai com com mais 30 almentaria para 260 ok