segunda-feira, 20 de março de 2017

CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA EM CAMOCIM É UM VERDADEIRO "BEIJA MÃOS" NA PREFEITA E NO DEPUTADO

Iniciou-se hoje na prefeitura de Camocim o período de humilhação de desempregados em busca de um contrato temporário (ilegal) na administração pública municipal. É que a prefeita Monica Aguiar ignorou mais uma vez a Constituição Federal e, com aval de seus vereadores aliados na Câmara Municipal, promove um verdadeiro ato litúrgico em seu Gabinete, onde o cidadão desempregado, candidato a um contrato temporário, tem que jurar fidelidade politica aos dois, beijando suas mãos (prefeita e deputado) para conseguir a vaga.

Em pleno século XXI isto é uma verdadeira humilhação! 

O correto, primeiramente, seria a prefeita efetivar os aprovados do concurso público Municipal e depois publicar um edital de Seleção Pública, oportunizando igualdade para todos que desejassem concorrer a uma vaga. 

Da forma como a Chefe do Executivo vem procedendo, fica claro sua pretensão de contratar, ilegalmente,  apenas os seus cabos eleitorais para promover a politicagem nos setores municipais. 

Os vereadores de oposição, da bancada do PSD, Juliano, Ricardo e Júlio César Sotero, já denunciaram o caso ao Ministério Público exigindo a efetivação dos aprovados e uma ação contra a prefeita por improbidade administrativa, já que a atitude da gestora transgride a Lei e os princípios basilares que regem a administração Pública. 

Agora, espera-se que o Ministério Público Estadual, que tem sido intolerante a estas posturas adotadas em várias prefeituras do Ceará,  possa agir em defesa da legalidade. 

Carlos Jardel 

Um comentário:

Unknown disse...

Não é de se admirar,pois no tempo em q Chico Vaulino era prefeito de Camocim,meu primo foi se humilhar atrás de um emprego,o prefeito arrumou um emprego para meu Primo,mas ele ficou até 30 de Outubro e não consegui mais ser contratado.Lembrando que toda,digo toda a minha família votava nesse prefeito.Agora aprefeita Mônica Aguiar deveria ter dado as costas para meu primo mas não foi o que ela fez.Ela arrumou um emprego pra ele ,mas ele foi chamado no concurso da polícia então não depende mais do contrato daqui de Camocim.Entao não se admite ,qualquer prefeito q governar Camocim fará isso.Infelizmente é assim que a banda toca