segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

VEREADORES DA PREFEITA IMPEDIRAM A PARTICIPAÇÃO DA ENEL (COELCE) NA DISCUSSÃO DO PROJETO DE REDUÇÃO DA TAXA DE ILUMINAÇÃO PÚBLICA


Juliano Cruz: "Deu a entender que a bancada de apoio da prefeita estava correndo para votar às pressas, a fim de evitar a participação do povo."

De acordo com as informações repassadas ao blogue pelo vereador Juliano Cruz, a Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Camocim negou a participação dos representantes da Enel (Coelce) na sessão extraordinária ocorrido na última sexta-feira, que apreciou e votou de forma relâmpago o também abusivo projeto de lei da prefeita Monica Aguiar baixando a taxa de iluminação pública em  35%. O vereador informou ainda que também foi negado a discussão do projeto nas comissões da Câmara. 

"O representante da Enel, Kennedy Braga, esteve na Câmara para discutir e lei, mas eles (vereadores da prefeita) não deixaram.  Eu pedi  para que o projeto fosse discutido  nas comissões legislativa, mas eles (vereadores da prefeita) disseram que não poderia,  por que o projeto era  de urgência", disse Juliano. "Ora, uma matéria de grande relevância, e polêmica,  não poder ser discutida detalhadamente  é um erro grave", criticou Juliano, "deu a entender que a bancada de apoio da prefeita estava correndo para votar às pressas, a fim de evitar  a participação do povo", concluiu Juliano Cruz ressaltando que este último projeto da prefeita é tão abusivo quanto o anterior que ela  mesmo criou.

A polêmica sobre a taxa de iluminação pública deverá ser pautada mais uma vez na sessão legislativa de hoje.

Carlos Jardel 

Um comentário:

Camocim15 disse...

Cara de pau tanto a prefeita quanto esse veriadores dela.