quinta-feira, 17 de novembro de 2016

HOLANDA PASSA POR UMA "CRISE" INVEJÁVEL: COM POUCOS BANDIDOS, PRISÕES FECHAM AS PORTAS

Não são só as lojas e hotéis que fecham por falta de clientes. As prisões também. Isso está acontecendo no sistema judiciário dos Países Baixos. Nos últimos anos, 19 prisões fecharam, por falta de criminosos. As punições e o sistema judicial são tão eficientes nessa nação que quase não há reincidentes.

De acordo com a BBC, a população prisional holandesa sofreu uma grande queda na última década. Em 2005, havia 14.468 prisioneiros. No ano passado, havia apenas 8.245. Ou seja, uma queda de 43%. Há 11 anos, o país tinha uma das menores taxas de encarceramento da Europa. Hoje, esse número caiu ainda mais: 57 pessoas por 100.000 habitantes.

Os motivos para essa diminuição? Especialistas em Direito atribuem esse sucesso à questão das drogas, que tem desaparecido lentamente no país (na Holanda, o consumo e venda de algumas drogas é permitido), principalmente porque eles melhoraram a segurança nos aeroportos, o que dificultou a remoção das substâncias do país. Além disso, as autoridades têm concentrado seus esforços no tráfico de pessoas e no terrorismo, dois problemas sérios, mas com um número muito limitado de envolvidos.

Essa situação também se deve ao sucesso do sistema de reintegração que está em vigor. Apenas 10% dos infratores que passam pela prisão retornam nos anos seguintes. Além disso, os crimes no país diminuíram em 25% nos últimos 8 anos.

Mas nem todo mundo está feliz com essa situação. A oposição afirma que a polícia local está sucateada, o que garante a redução das detenções. Para eles, o crime tem aumentado, mas a polícia não tem como lidar com ele.

Na Espanha, o número de prisioneiros também diminuiu

Mas o fenômeno não é exclusivo apenas desse país. A Espanha está vivendo uma situação semelhante, embora as prisões ainda não estejam fechando por lá. No máximo, aquelas que ficavam em áreas metropolitanas estão sendo substituídas por outras, mais distantes da população.

Como explicado nesse artigo do El Confidencial, nos últimos seis anos, o número de presos na Espanha caiu em 19%. Hoje, há 14.500 presos a menos do que em 2009: havia 76.079 detentos na época e apenas 61.611 em 2015. Teremos uma Europa sem cadeias no futuro?

Yahoo via Sobral 24horas

2 comentários:

Cesar Alves disse...

Não entendo!lá a maconha e legalizado! A "lógica" seria o aumento da criminalidade. Mais vejo que não é bem assim né.. esses índices está diretamente proporcional ou não ao uso da maconha? O que vocês acham!

Carlos Augusto Trévia disse...

Dois motivos bons até na rima para fechar prisão, educação e punição.