segunda-feira, 4 de julho de 2016

JUIZ DESMORALIZA CAMILO E MANDA SOLTAR TODOS OS PRESOS NA PASSEATA DE FACÇÕES CRIMINOSAS EM SOBRAL

Parece piada, mas não é.  A Justiça mandou soltar nesta sexta-feira (1º)  todos os  47 adultos – homens e mulheres – que haviam sido presos numa operação da Polícia Militar em Sobral, na Região Norte do Estado (a 224Km de Fortaleza) depois de realizarem uma passeata para comemorar a unificação do comando de várias gangues que traficam drogas, assaltam e matam na periferia daquela cidade. Antes, 40 adolescentes apreendidos na mesma operação também já  havia ganhado a liberdade por decisão judicial.

A ordem de soltura partiu do juiz de Direito  da Primeira vara Criminal da Comarca de Sobral. Ao analisar os autos da prisão em flagrante dos suspeitos, o magistrado considerou que as detenções foram “ilegais”. Em consequência, determinou a imediata expedição de alvarás de soltura para todos que estavam atrás das grades.

As prisões foram feitas pela PM  na última terça-feira depois da terceira passeata que os integrantes das gangues faziam nas ruas dos bairros periféricos da cidade.  Eles  estariam comemorando uma suposta “pacificação” das gangues por ordem de facções criminosas como Comando Vermelho e PCC.


Além de afrontar os organismos da Segurança Pública e do Estado em geral, os gangueiros assustaram os moradores e comerciantes da cidade. Chegaram a fechar uma ponte e a determinar o fechamento do comércio local. Até aulas foram suspensas,

As manifestações tiveram início ainda na tarde de segunda-feira nas ruas no entorno do Conjunto Residencial Nova Caiçara, e se estenderam por outras comunidades. Ainda na noite daquele mesmo dia ocorreram novas passeatas até chegar a terça-feira, quando a Polícia decidiu agir.

A resposta de Camilo

As imagens da provocação ao Estado foram postadas nas redes sociais e o governador Camilo Santana determinou que a cúpula da Secretaria da Segurança Pública se deslocasse imediatamente a Sobral para acompanhar os procedimentos de prisão  e apreensão de 87 pessoas (entre adultos e menores).

Camilo disse, ainda, que havia determinado aos setores de Inteligência uma investigação profunda para apontar quem comandou as passeatas e chegou a comentar que tudo o que aconteceu poderia ter envolvimento de políticos de oposição ao governo dele e ao prefeito de Sobral.  Também mandou reforçar a segurança na cidade.

Por Fernando Ribeiro via Ceará News



Nenhum comentário: