Criticando Camilo, Emanoel Vieira, em outras palavras, detonou o decreto de Monica e a chamou de ditadora - Revista Camocim

sexta-feira, 18 de dezembro de 2020

Criticando Camilo, Emanoel Vieira, em outras palavras, detonou o decreto de Monica e a chamou de ditadora

Eu até que gosto do Emanoel Vieira, o considero um cara inteligente apesar das diferenças politicas, mas pelo "amor de Zeus", em outras palavras, o que ele disse e fez na Tribuna da Câmara, ontem (17), durante sessão ordinária,  além de reafirmar seus ataques ao Governador do Estado, Camilo Santana, sem tirar uma virgula,  chamando-o de ditador, foi detonar a prefeita Monica Aguiar e seu decreto municipal que é "igualzinho" ao do Governador, que, dentre outras medidas, determina o horário de fechamento de bares e restaurantes às 22h até o dia 04 de janeiro de 2021. 

Emanoel disse que não entende a lógica do governador e da prefeita de que um vírus só oferece risco após às 10h da noite.

Leia: Vereador aliado de Sérgio diz que Camilo é um "ditador"

A prefeita tem a prerrogativa para mudar o decreto ao seu bel prazer conforme prerrogativa do STF. Ela já usou dessa prerrogativa meses atrás que antecederam a campanha eleitoral, passando por cima do das decisões do Governador e de sua equipe: Ela escancarou as portas de Camocim para o Covid-19. 

Desta vez a chefe do Executivo Municipal resolveu seguir o Governador, sendo que  neste caso, em outras palavras, Emanoel Vieira, sutilmente também classificou como um absurdo o decreto da prefeita Monica. e de tabela a chamou "ditadora", apesar de tentar defende-la dizendo que ela nada poderia fazer apenas obedecer o Chefe do Estado. E isso foi pior! Pois desta forma Vieira chamou Monica Aguiar de pau mandado do Governo, sem autonomia e sem autoridade municipal. 

Vieira concorda com as aglomerações no final de ano em Camocim para resguardar a economia. 

Carlos Jardel 



Nenhum comentário: