terça-feira, 9 de junho de 2020

Cuba recebe como heróis médicos que retornam de missão na Itália


Cuba recebeu de maneira triunfal na segunda-feira à noite seus médicos que passaram dois meses na Itália para ajudar na luta contra o coronavírus.

A brigada médica, integrada por 36 médicos, 15 enfermeiras e um administrador, exibiu pequenas bandeiras da Itália e de Cuba ao desembarcar do avião, que pousou no fim da tarde em Havana, procedente de Milão.

A chegada foi exibida ao vivo pela televisão cubana.

Todos de máscara, luvas e jaleco branco, os membros da brigada receberam uma rosa vermelha e uma medalha durante a cerimônia de recepção oficial no aeroporto da capital. O grupo viajou em 22 de março para a Lombardia, na ocasião o epicentro da pandemia na Itália.

Com todos os cuidados exigidos em um período de pandemia, o discurso do presidente Miguel Díaz-Canel, que estava na reunião do Conselho de Ministros, acompanhado por vários membros do governo, foi exibido em uma tela gigante instalada em uma sala do aeroporto.

"Vocês representam a vitória da vida sobre a morte, da solidariedade sobre o egoísmo, do ideal socialista sobre o mercado", disse o governante, também de máscara.

"Vocês mostraram ao mundo uma verdade, que os inimigos de Cuba tentaram silenciar ou tergiversar: a força da medicina cubana", completou.

Informações do Jornal Opovo.

Nenhum comentário: