quinta-feira, 7 de maio de 2020

Comitê científico recomendou lockdown na capital cearense

O comitê científico que subsidia governadores do Consórcio do Nordeste no combate à pandemia do novo coronavírus recomendou que Fortaleza adote o modelo de "lockdown" (bloqueio total).

O diagnóstico foi encaminhado aos gestores do Ceará na última terça-feira, 5, mesmo dia em que Governo do Estado e Prefeitura anunciaram o "isolamento social rígido" na Capital.

Um dos coordenadores do comitê, o ex-ministro da Ciência e Tecnologia no governo Lula, Sergio Rezende, afirmou que, na tarde daquele dia, sugeriu ao estado do Ceará que implementasse medidas de "lockdown" na Capital e Região Metropolitana.

"Sim, recomendamos 'lockdown' para as regiões metropolitanas de Fortaleza e de Recife", declarou Rezende ao O POVO nessa quarta-feira, por telefone. Segundo ele, a comunicação ao Governo foi feita por meio de boletim.

"Os boletins são enviados para os governadores, como combinado. Eles acatam as recomendações se quiserem. O Comitê Científico foi criado pelo Consórcio Nordeste para aconselhamento", explicou.

Rezende coordena o grupo de trabalho ao lado do cientista Miguel Nicolelis. O comitê foi formado por determinação dos governadores do Nordeste no momento de embate com o presidente Jair Bolsonaro, que acusava os chefes de executivo estaduais de causarem prejuízos à economia do País.

A principal função do comitê é apresentar relatórios que possam auxiliar os governadores a tomar decisões com base em critérios técnicos, dando lastro para as medidas.

No dia do anúncio do pacote de ações, o governador Camilo Santana (PT) enfatizou que o novo protocolo sanitário havia sido avalizado pelos técnicos de Saúde de Estado e Município. (Henrique Araújo)

O POVO

Nenhum comentário: