sexta-feira, 17 de abril de 2020

A maluquice consagrada da prefeita é manter o secretário que "queima o governo"

A diferençara do Manddeta do Bozo pro Fernando da Monica, é que o Manddeta poderá fazer falta, já o Fernando, não.


A maluquice consagrada da prefeita Monica Aguiar é manter inexplicavelmente um chefe de pasta que - no final das contas, do ponto de vista politico e governamental - mais atrapalha do que ajuda. Lógico que estou me referindo ao secretário da saúde Fernando Fernandes, que há tempos ajuda a empurrar ladeira abaixo a reputação da Administração Aguiar. "Pois ele queima o governo", como bem disse uma autoridade que costuma ladear a prefeita.

A diferençara do Manddeta do Bozo pro Fernando da Monica, é que o Manddeta poderá fazer falta, já o Fernando será  a desobstrução de uma artéria , ou seja, será alívio e não fará falta.

Até o mais subalterno dos capachos, em seu  mais elevado estado de alienação, mesmo negando de público, já se deu conta da catástrofe que é esse secretário. E essa opinião não transita com rejeição nos bastidores do governo. Aliados próximos da chefe do executivo já expressaram preocupação com a inoperância do nome maior da saúde pública municipal e já até sugeriram sua exoneração, por também consideram que esse prolema de governo é também -  e acima de tudo -,  problema da população. Por tato, negligenciá-lo não é apenas uma simples falha, é um grave erro! 

Carlos Jardel

Nenhum comentário: