quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Marcos Coelho solicita Promotoria Eleitoral para coibir abuso político da prefeita Monica

Prefeita quer empregar seus apadrinhados políticos durante a eleição.


O vereador Marcos Coelho (PSDB) pediu ao Ministério Público Eleitoral que adote urgentes providências sobre o  que ele tem classificado como "uso disfarçado de atos e ações administrativas" da Prefeita Monica Aguiar, que busca "utilizar a estrutura e o dinheiro público para desequilibrar a eleição deste ano".

 A intenção da Chefe do Executivo Municipal, conforme a denúncia do vereador oposicionista,  "é apadrinhar seus seguidores políticos, através da criação de cargos para agentes comunitários de saúde, contratação temporária de servidores, criação de novos cargos de confiança, criação de gratificações com valores de até 3 mil reais, recolhimento, sem publicidade, de currículos para exercer atividades no SAMU e empréstimo, junto à Caixa Econômica Federal, no valor de 21 milhões de reais".

Na ação, Marcos requer que o Promotor "solicite ao Município de Camocim, informações sobre as sanções dos citados Projetos de Lei, e suas cópias integrais, adotando, no que entender necessário, as medidas legais para coibir o uso disfarçado de “atos administrativos” para fins diversos da boa administração pública e que possibilitam apadrinhar seguidores políticos, desequilibrando assim o pleito eleitoral vindouro.



Carlos Jardel

Nenhum comentário: