quarta-feira, 13 de novembro de 2019

Camocim: Desemprego, obras inacabadas, dinheiro público desviado, mercado fantasma.

Prefeitura deixa população com a cuia na mão.



A Prefeitura de Camocim demitiu 2000 pessoas e até hoje não recontratou. 

Desde 12 de outubro de 2018, ou seja poucos dias após a eleição de Sérgio Aguiar, mais de 2000 pessoas foram sumariamente demitidas da prefeitura de Camocim. 

Passados já 13 meses nem sinal da recontratação. Esse ano não teve eleição e por isso o casal Aguiar segue sem contratar ninguém. 

O caso de meio milhão de reais desviados pagos através de WhatsApp segue e até agora não foi explicado e nem o dinheiro retornado. 

O mercado público já foram investidos mais de 2 milhões de reais e é um elefante branco. 

Até agora nada do mercado da boa esperança sair do papel. 

E mais um ano se encerra em Camocim com o comércio quebrado. 

Ano que vem, a partir de março e abril, podem esperar milhares de contratações em Camocim. Duvida?

Carlos Jardel

Nenhum comentário: