sexta-feira, 9 de agosto de 2019

Camocim - Sem espaço para treinar e sem incentivo da Liga e do Município, veteranos realizam campeonato Master

Prefeitura e Liga "pegaram carona", pra não ficar feio, patrocinaram premiação. Porém atletas reclamam do alto valor da taxa de inscrição.

É rotina a paralisação das atividades de treinos no campo do Estádio Municipal Fernando Trévia nos períodos de chuvas e durante a realização dos campeonatos oficiais. Treinos como os da  Guarda Municipal, PM, Escolinha e Veteranos são paralisados momentaneamente. Neste ano, passada a quadra chuvosa,  realizou-se um dos três campeonatos oficiais, chamado de Seletiva. Restam, portanto,  dois:  a Segundona e a Primeira Divisão do Campeonato Camocinense de Futebol. 

Acontece que o treino de sexta-feira, dos veteranos-ex-atletas, que virou tradição, criado pelo ex-presidente Henrique Albano, foi paralisado no início da Seletiva e ainda não retornou. E corre uma notícia extra oficial que não irá retornar. O vice-presidente da Liga também informou que não será mais responsável por organizar o raxa dos veteranos.  E pra completar, integrantes do racha da PM afirmarem também que o treino deles, que ocorria nas segundas-feiras à tarde, também não haverá mais.  

Os veteranos não tem outro incentivo do Município para prática do futebol e, por conta disso, passaram,  por conta própria,  a se organizar para realizar  pelo menos um campeonato, já que a Liga Desportiva  e o Município não destinam recursos pra essa modalidade esportiva (Master).

Ao perceberem que a movimentação de particulares estava surtindo efeito, a Secretaria de Esporte e a Liga resolveram tentar ajudar a competição com a premiação. Porém muitas equipes estão reclamando do valor das inscrições de R$ 200,00 (duzentos reais) que deveria ser bancado pelo Município. São 8 (oito) equipes inscritas e caso o time chegue a final terá jogado 5 (cinco)  vezes apenas.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: