sábado, 20 de julho de 2019

Símbolo do Maranhão, Alcione critica fala de Bolsonaro e pede respeito ao Nordeste


Filha ilustre do Maranhão, a cantora Alcione, de 71 anos, saiu, neste sábado (20), em defesa de sua terra natal e se manifestou contra uma fala depreciativa do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) ao estado nordestino. Em sua conta oficial no Instagram, a artista postou um vídeo em que aparece vestindo uma camisa com estampa da bandeira do Maranhão e pede ao presidente "respeito ao povo brasileiro".

Ela inicia a gravação dizendo que não votou em Bolsonaro e não se arrepende. Na campanha presidencial de 2018, Alcione declarou voto ao ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT). "O senhor precisa respeitar o povo nordestino. Respeite o Maranhão, hein", diz a cantora do estado, historicamente dominado pela família Sarney e é governado, desde 2015 por Flávio Dino, do PCdoB, partido de oposição a Bolsonaro .

Ela rebate um dos argumentos (torcida contra o Brasil) usados com frequência por alguns defensores do Bolsonaro nas redes sociais contra os críticos do Governo. "Eu sou uma brasileira que não torço contra o governo, não sou burra. Eu sei que se torcer contra, estou torcendo contra o meu país", destacou Alcione.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário: