terça-feira, 16 de julho de 2019

Ocupadíssimo em gabinete de Whatsapp, o Secretário do Turismo "não fez nada" pela tradicional Regata de Canoas de Tatajuba

O Secretário do Turismo e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Camocim, vereador licenciado Ricardo Vasconcelos,  que tem sido pago pela prefeita Monica, pelo jeito como vem se comportando, para fazer "politicagem" diariamente em grupos de Whatsapp, nada fez pela Regata de Canoas de Tatajuba!. Nem ao menos compareceu ao evento realizado no último final de semana. Nem mesmo se prestou a fazer uma simples postagem em seu perfil no Facebook exaltando o tradicional evento cultural, que é realizado há 25 anos pela Associação Comunitária, numa das praias paradisíacas do Ceará mais cobiçadas pelo setor turístico do Mundo. Ele (Ricardo) esteve empenhado nos últimos dias em saber da quantidade de pessoas que compareceram no Tijuca para parabenizar a aniversariante Euvaldete Ferro, ex-primeira dama de Camocim. Essa foi a grande preocupação demostrada recentemente pelo vereador  em seu "Gabinete Virtual do Whatsapp", onde gravou incontáveis áudios e textos sem serventia alguma, rebaixando-se aos níveis de discussões mais horríveis da grande rede virtual, que não correspondem, de forma alguma, com o cargo que ocupa no executivo municipal. 

Tal qual pavão vaidoso, mesmo sem motivos,  e nada misterioso, o secretário investe tempo em discussões virtuais de autopromoção de sua imagem e ataca seu ex-grupo politico, de onde costumava detonar seus atuais chefes,  dando a entender, no famoso culto à personalidade,  que é  um secretário modelo, exemplar, o que mais trabalha, o que mais se destaca, o que mais procura o bem estar da população. Porém, quando questionado sobre o que ele conseguiu realizar como gestor do Turismo,  em regra geral, apenas diz "que já fez muito", sem conseguir elencar nada de tão substancial, apenas  encher de britas e carnaubeiras o canteiro central da Beira Mar, as barraquinhas de palha que ele chama orgulhosamente de NITs - Núcleo de Informações Turísticas, quase que inoperantes, inclusive alguns sendo vigiados pelas famosas vacas e jumentos indomáveis. Tirando essas "coisinhas", nada mais de tão relevante foi feito, apenas o obrigatório "feijão com arroz". 

- E vale lembrar que essas obras do canteiro central são de infraestrutura, e não necessariamente de turismo, por tanto, deveriam, em tese, ser de responsabilidade de duas pastas especificas: Conservação e Serviços  Públicos e Infraestrutura. 

O pior: enquanto o secretário eufórico se imagina "abalando as estruturas, 'truando' ", seus próprios aliados afirmam que "Sérgio Aguiar está apenas dando corda pra ele se enforcar".

E tem mais! Aguarde as próximas postagens! 

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: