sexta-feira, 26 de julho de 2019

Idoso não anda nem fala após ser espancado junto da esposa em assalto

Casal foi espancado em assalto à sua residência, no Município de Guaiúba, há 12 dias

Um idoso de 86 anos não anda nem fala, doze dias após ser espancado junto da esposa, em um assalto à sua residência, no Município de Guaiúba, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Em entrevista exclusiva ao Sistema Verdes Mares, nesta quinta-feira (25), a sua companheira, a aposentada Maria Pereira Lima, relembra que "a fala dele (assaltante) era só pancada. Queria matar a gente. Eu tô aqui pela graça de Deus!".

O idoso foi alvo de mais agressões, está com o estado de saúde mais debilitado e teve que passar quase dez dias internado no Instituto Doutor José Frota (IJF), em Fortaleza. O filho do casal, o vigilante Luís Pereira Lima, acolheu os pais em sua residência, após o episódio de violência.

"Ele tá muito debilitado, não anda. Tá tomando remédio controlado fortíssimo. E não fala direito. Ele falava perfeitamente bem. Certo que teve um AVC em janeiro. Mas agora não anda. Com essas pancadas na cabeça, piorou mais ainda", revela Luís.

Quase duas semanas depois, Dona Maria sente dores fortes na cabeça, no pescoço e no tórax. "O que eu lembro foi que ele (criminoso) quebrou as portas, os cadeados, conseguiu entrar. Não pudemos fazer nada. Só tinha eu e ele na casa. Foi logo agredindo o 'velho' (esposo). E foi para mim", conta.
A tendência é que o casal fique por Caucaia. "Eu tenho medo de voltar para lá (Guaiúba). Eu não sei o que ele (criminoso) vai fazer de novo. Quem faz uma vez, faz cinco, faz dez, faz 15, se tiver oportunidade", conclui Dona Maria.

Dois suspeitos capturados

Os criminosos fugiram com R$ 850 do casal, naquele dia 13 de julho deste ano. No dia seguinte, a Polícia prendeu dois suspeitos: Francisco Weligton de Souza Lourenço, 22, com passagens pela Polícia por roubo e tráfico de drogas; e Jacleilson da Costa Silva, 20, o "Nego", sem antecedentes criminais. A dupla irá responder por tentativa de latrocínio.

Fonte: DN
via Camocim Policia 24h

Nenhum comentário: