quarta-feira, 17 de abril de 2019

Chaval - Bola é denunciado ao MP por fraude em licitação na Câmara

O vereador poderá ser preso e ficar inelegível

O vereador Nanoia, da base do Governo,  deu uma "senhora alfinetada" no vereador Bola, agora oposição, durante a última Sessão Legislativa de Chaval. É que o Bola andou aplicando a retórica de integra e boa conduta politica, dissertando a cerca de licitações fraudulentas, deixando sutilmente subentendido, "pra sua galera", que existem fraudes nos processos licitatórios do Governo Municipal. Certamente ele esperava aplausos e elogios que o deixasse no imáculo pedestal dos políticos hipócritas. Só que não!  o Nanoia, "sem contar pipoca", impiedosamente, rasgou a afirmação de que "licitação fraudulenta tinha era na Câmara de Chaval". 

E veja bem, caro leitor, a carapuça serviu direitinho na cabeça do Bola, que está sendo acusado, e deverá ser investigado pelo Ministério Público Estadual por fraude em processo licitatório, quando em 2017  exerceu o mandado de presidente da Câmara. Na época, o vereador Ítalo Pacheco chegou a registrar em Cartório a declaração de que Bola direcionou de forma fraudulenta o processo licitatório para contratar seu advogado particular. 

Em fevereiro deste ano, de acordo com o documento que o Revista Camocim teve acesso, precisamente no dia 21 de fevereiro, um cidadão de nome Sebastião Eduardo Gomes Neto protocolou um pedido de abertura de inquérito contra o vereador Bola, que atualmente é vice-presidente da Câmara de Chaval.

Comprovada a fraude, o vereador poderá ficar inelegível e parar na cadeia, como tem ocorrido em várias cidades do Ceará e do Brasil.

Nenhum comentário: