sábado, 2 de fevereiro de 2019

Senador Eduardo Girão ameaça renunciar mandato se não puder mostrar em quem votará

Eduardo Girão (PROS-CE) ameaçou renunciar a seu mandato no 2º dia como senador da República se não puder mostrar em quem votará nas eleições para escolha do novo presidente. Parlamentares discutem nesse momento como será o processo da votação.

De acordo com o Código de Ética do Regimento Interno do Senado Federal, abriu o voto se a determinação for secreto é perda de mandato. Mais cedo, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli determinou que assim foi feito.

Em tempo

Girão também defendeu o fim da corrupção, tarefa nada fácil para quem tem mais de 40 mil ações trabalhistas – segundo denúncias de Renan Calheiros.

Em tempo II

Senador também quis enquadrar o STF questionado: a quem está servindo? Esse comportamento nada tem a ver com seus problemas jurídicos.

CN7

Nenhum comentário: