terça-feira, 12 de fevereiro de 2019

Perseguição politica - Secretaria da Saúde "sacaneia" enfermeira Jamille e prejudica atendimento na Tatajuba

Todas as segundas-feiras, como de costume, as equipes das unidades básicas da saúde da família, da  zona rural de Camocim, especificamente a de Tatajuba, se abastecem, na sede da Secretaria Municipal, com vacinas e demais medicamentos que são distribuídos aos pacientes de suas respectivas unidades. E de acordo com o cronograma de atividades do referido posto de saúde, não consta atendimentos no período da manhã na comunidade, pois seria este o tempo utilizado para se resolver questões burocráticas e administrativas na Secretária, ficando o atendimento apenas para o período da tarde.  É um procedimento de rotina que sempre existiu sem comprometer as atividades do posto de saúde.


Só que, ontem, segunda-feira (11), um fato curioso - e desonesto - ocorrera de forma a  prejudicar a enfermeira Jamille Kesia, da UBASF de Tatajuba, que se encontrava na Secretaria da Saúde, pela manhã, protocolando seu requerimento de férias e prestando explicações sobre faltas indevidas em seu contracheque. Nesta hora, a Coordenadora Municipal da Atenção Básica, Anna Zélia, ao ver a enfermeira, questionou-a sobre os motivos da mesma ainda estar na secretaria  na quele horário - 8h40min - quando, segundo ela,  já deveria estar em seu local de trabalho, na Tatajuba, conforme as determinações do secretário chefe da Pasta, Fernando Fernandes, que não estava na Secretaria pela manhã,  mas,  ao ser informado que a enfermeira ainda se encontrava no ambiente,  pediu para a coordenadora entrar em contato com o motorista do carro da esquipe, que a esperava a enfermeira no Porto da Balsa, e ordenar ao mesmo para seguir viajem sem a enfermeira Jamile.

Entenda: o secretário já havia dado ordens aos  carros das unidades do interior para  saírem todas as segundas-feiras, às 7h, da Secretaria da Saúde, e só retornar das localidades na sexta às 16h.  Só que com esse horário rigoroso, não resta tempo algum para nenhum funcionário  da unidade de saúde do Interior resolver qualquer problema na secretaria da saúde.

A atitude do secretario, em mandar o carro seguir viagem sem a enfermeira, se configura como pura
perseguição, ao ponto de preferir que a população da Tatajuba fique sem o atendimento de enfermagem, já agendado para o turno da tarde, do que esperar a servidora por alguns minutos enquanto resolve, na secretaria, problemas causados pela própria gestão


Cronograma de atividades da UBSF de Tatajuba 
não consta atendimento de enfermagem na manhã de segunda

Requerimentos 


Carlos Jardel

Nenhum comentário: