segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Árbitro fica de fora da final do Camocinense por reivindicar "segurança e ambulância" em uma partida do campeonato

O árbitro de futebol Guilherme Oliveira postou uma nota de repúdio após ter recebido a informação de que não iria arbitrar os jogos finais do campeonato camocinense, que é realizado pela Liga Desportiva Camocinense. Na nota curta, publicada no Facebook,  ele explica o motivo:

"Estou  fora da final do Camocinense de futebol, por não deixar iniciar uma partida sem a presença de segurança e ambulância", diz o árbitro em tom de desabafo, concluindo: "Esse é o respeito a quem tanto trabalha na cidade para elevar o nome da arbitragem camocinense para todo o Estado. Vida que segue. Parabéns Administração de Camocim."

Lembrando

Em novembro do ano passado o Revista Camocim publicou uma matéria denunciando o estado precário em que se realizava a principal competição do futebol camocinense. Leia AQUI.

Em tempo

Não descarto a possibilidade do competente árbitro ter sido vitima de perseguição politica. Afinal de contas, quem prover segurança e profissionais da saúde para acompanhar as os jogos, é a prefeitura de Camocim. A prefeita e o deputado devem ter "queimado ruim"...lamentável.

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: