quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Queiroz pode se imolar ou tocar fogo no circo


O Ministério Público espera ouvir nesta quarta-feira (19) o depoimento de Fabrício Queiroz. Ele sobe ao palco duas semanas depois de ter entrado em cartaz. Antes de virar um correntista "atípico", Queiroz era só um figurante. Desses que aparecem no final da lista dos papeis numa peça teatral: "mendigo, prostituta, motorista, segurança etc…" Fabrício era o "etc." da história. Graças à família Bolsonaro, virou protagonista. Dispõe de dois roteiros. Num, toca fogo nas próprias vestes. Noutro, incendeia o circo. O país logo saberá que papel Queiroz escolheu encenar. Até aqui, Queiroz limitava-se a compor o fundo contra o qual se cumpria o destino glorioso de uma dinastia promissora. D... - Veja mais AQUI na UOL

Nenhum comentário: