quinta-feira, 22 de novembro de 2018

Calote eleitoral? - Prefeita frustra projeto Miss Gay Camocim 2018 e deixa concorrentes no prejuízo


A prefeita de Camocim, Monica Aguiar (PDT), frustrou a realização do projeto Miss Gay Camocim 2018. O evento seria realizado mediante um projeto que foi a presentado a chefe do Executivo Municipal, intermediado pela Coordenadoria Municipal LGBT, que é vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social e Cidadania - SEMDESC. 

Num primeiro momento, a prefeita chegou a dar carta branca para a liberação dos recursos necessários para a execução do projeto, mas somente após o período de campanha eleitoral. Diante do suposto aval, a secretária da SEMDESC, Aninha, chegou se reunir com os organizadores do evento para repassar as informações positivas da prefeita. 

A noticia frustrante veio recentemente, quando a coordenadora Municipal LGBT informou aos demais envolvidas do projeto sobre a nova decisão da prefeita, de cancelamento total do evento, sem previsão alguma de realização em outra data.

Com a decisão da chefe do executivo municipal, muitas concorrentes da escolha Miss Gay Camocim ficaram no prejuízo financeiro, pois já haviam feito investimentos na compra e aluguel de roupas, além de ensaios e demais atividades já iniciadas.

Alfinetada

O cancelamento do evento está sendo tratado como calote eleitoral. Se a prefeita Monica Aguiar não tinha intenção de ajudar na realização do evento, então porque "enrolar?" por que não despachou antes da campanha eleitoral?, teria sido para garantir os votos da comunidade  LGBT na reeleição do seu esposo?  Argumentos desta natureza estão  estão sendo feitos pelo movimento LGBT. 

O Miss Gay Camocim é um evento de reafirmação da luta contra o preconceito, em favor das liberdades, e também um passo qualificado na garantia de direitos que a comunidade busca dentro da sociedade para vencer a intolerância e as demais expressões de violência.   

A forma como a prefeita tratou o projeto não poderia ser pior. Foi irresponsável e extremamente desrespeitosa. Pois tomou tempo e inviabilizou articulação da comunidade com outros setores e grupos afins da sociedade, que possivelmente pudesse financiar a edição do evento.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: