quarta-feira, 17 de outubro de 2018

Ex-secretário e ex-aliado politico de Monica e Sérgio Aguiar diz que falta de coleta de lixo é questão de saúde pública

"Para além da falta do pagamento dos homens, pais de família, responsáveis pela limpeza de nossa cidade, que já é por si só uma falha gravíssima, está em jogo uma questão de saúde pública", comentou o ex-secretário do Meio Ambiente de Camocim, Jonnes Costa 

"O acúmulo dos resíduos pode agravar na disseminação de doenças como tétano, hepátite A, dermatite de contato, verminoses e até outras mais graves como cólera, febre tifóide e tracoma, para citar algumas", pontuou o ex-secretário e aliado politico da prefeita Monica Aguiar.

"A transmissão de doenças pelo lixo ocorre principalmente devido à grande quantidade de animais atraídos pelo seu acúmulo (moscas, mosquitos, baratas, ratos, porcos) e também pela dificuldade de higiene nos espaços de coleta. Esperamos que se resolva logo essa situação", concluiu.

Os garis resolveram ontem, terça-feira, 16, paralisar o serviço de limpeza pública por falta de pagamento salarial. Nestes dois dias o lixo tomou conta da cidade.

Até o momento, nada foi resolvido por parte da prefeitura, que não fez os repasses para a empresa que presta o serviço em Camocim.



Carlos Jardel

Nenhum comentário: