segunda-feira, 1 de outubro de 2018

83 milionários buscam mandatos no Ceará; veja quem são

Eunício Oliveira lidera entre milionários com R$ 89,2 milhões (Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)



Quase 10% de todos os 915 candidatos que disputarão cargos eletivos no Ceará no próximo domingo declararam à Justiça Eleitoral patrimônio acima da casa de R$ 1 milhão. Ao todo, 83 políticos do Estado afirmaram ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ter patrimônio milionário. Espólios dos milionários chegam a mais de R$ 530,8 milhões.

Informação é da Coluna Política do O POVO desta segunda-feira. O índice é puxado sobretudo pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB), que declarou patrimônio de R$ 89,2 milhões. Disputando reeleição, o emedebista é dono de diversas empresas da área da segurança e de uma fazenda de 21 mil hectares, entre outros bens.

Ele é seguido de perto por Prisco Bezerra (PDT), candidato a 1º suplente de Senador na chapa de Cid Gomes (PDT). Dono de uma rede de universidades que soma milhares de alunos em todo o País, Bezerra declarou R$ 64 milhões.

Entre os 27 candidatos a deputado federal milionários, os mais ricos são Arnaldo (PSDB), com R$ 19,8 milhões, e o já deputado Genecias Noronha (SD), com R$ 19 milhões. Entre os 45 candidatos a deputado estadual com mais de R$ 1 milhão, se destaca Denise Regadas (PSL), com R$ 23 milhões.



Governo do Estado – 1

General Theophilo (PSDB) – 1,2 milhão

Senado Federal – 4

Bardawil (Pode) – R$ 2,2 milhões

Cid Gomes (PDT) – R$ 1,5 milhão

Eduardo Girão (Pros) – R$ 36,3 milhões

Eunício Oliveira (MDB) – R$ 89,2 milhões

1º Suplente de senador – 2

Gaudêncio Lucena (MDB) – R$ 17,6 milhões

Prisco Bezerra (PDT) – R$ 64 milhões

2º Suplente de senador – 4

Dr. Guimarães (Pros) – R$ 1,8 milhão

Edmilson Bastos (PSD) – R$ 5,1 milhões

José Nilson (PSDB) – R$ 3,8 milhões

Júlio Ventura (PDT) – R$ 25,8 milhões

Deputado federal – 27

Adail Carneiro (PP) – R$ 13,1 milhões

Alexandre Damasceno (Pros) – R$ 1,2 milhão

André Figueiredo (PDT) – R$ 4,1 milhões

Arnaldo (PSDB) – R$ 19,8 milhões

Coronel Bezerra (PSL) – R$ 4,1 milhões

Crescêncio Neto (PHS) – R$ 2,1 milhões

Danilo Forte (PSDB) – R$ 2,8 milhões

Denis Bezerra (PSB) – R$ 4,8 milhões

Edmilson Barros (PSL) – R$ 2,7 milhões

Eduardo Bismarck (PDT) – R$ 2 milhões

Fredy (Novo) – R$ 1,1 milhão

Genecias Noronha (SD) – R$ 19 milhões

Gomes Filho (Pros) – R$ 1,2 milhão

Heitor Freire (PSL) – R$ 1 milhão

Júnior Mano (Patriota) – R$ 2,1 milhões

Leônidas Cristino (PDT) – R$ 1,6 milhão

Luciano Muniz (Psol) – R$ 1,1 milhão

Macedão (PP) – R$ 17,9 milhões

Major e Médico Dr. Haroldo (Pode) – R$ 2,5 milhões

Marcelo Medeiros (Novo) – R$ 5,8 milhões*

Moses Rodrigues (MDB) – R$ 3,2 milhões

Pedro Bezerra (PTB) – R$ 3,9 milhões

Pr Carlos Alberto Cruz (PSL) – R$ 1,1 milhão

Rachel Marques (PT) – R$ 1,4 milhão

Robério Monteiro (PDT) – R$ 3,3 milhões

Roberto Pessoa (PSDB) – R$ 13,1 milhões

Totonho Lopes (PDT) – R$ 1 milhão

Deputado estadual – 45

Acaci (PCdoB) – R$ 6 milhões

Agenor Neto (MDB) – R$ 1,8 milhão

Ana Angélica (PCdoB) – R$ 1,3 milhão

Antônio Granja (PDT) – R$ 1 milhão

Apóstolo Luiz Henrique (Patriota) – R$ 2,8 milhões

Audic Mota (PSB) – R$ 1,3 milhão

Aureny Braga (PR) – R$ 1,2 milhão

Avelino Forte (PSDB) – R$ 4,9 milhões

Bruno Benevides (PDT) – R$ 1,3 milhão

Denise Regadas (PSL) – R$ 23 milhões

Diego Barreto (PTB) – R$ 1,1 milhão

Domingos Filho (PSD) – R$ 2,6 milhões

Dr. Sarto (PDT) – R$ 2,1 milhões

Dr. Bruno Gonçalves (Patriota) – R$ 1,1 milhão

Dr. Ciro (Pros) – R$ 1,4 milhão

Dr. Marcos Norjosa (PT) – R$ 1,1 milhão

Ely Aguiar (DC) – R$ 1 milhão

Enilde Coutinho (PSL) – R$ 3 milhões

Evandro Leitão (PDT) – R$ 1,3 milhão

Evanio Guedes (PR) – R$ 9,1 milhões

Fernanda Pessoa (PSDB) – R$ 1,9 milhão

Gony Arruda (PP) – R$ 2,7 milhões

Gordim Araújo (Patriota) – R$ 2,2 milhões

Heitor Férrer (SD) – R$ 2 milhões

Helaine Mendonça (PSDB) – R$ 1,1 milhão

Jarbas (PCdoB) – R$ 2,5 milhões

Jeová Mota (PDT) – R$ 1,4 milhão

José Dias (PPL) – R$ 1,6 milhão

Leonardo Araújo (MDB) – R$ 2,5 milhões

Luciano Girão (PDT) – R$ 9,9 milhões

Mariana Macedo (PMN) – R$ 15,7 milhões

Nezinho Farias (PDT) – R$ 2 milhões

Oriel Nunes Filho (PDT) – R$ 1,1 milhão

Pablo Rolim (Patriota) – R$ 2,6 milhões

Paulinho Macedo (PMN) – R$ 3,2 milhões

Professor Demétrio (PPS) – R$ 2,5 milhões

Professor Luiz Damião (Patriota) – R$ 6,9 milhões

Raimundão (MDB) – R$ 2,1 milhões

Romeu Aldigueri (PDT) – R$ 3,4 milhões

Salmito (PDT) – R$ 1,1 milhão

Seabra (DC) – R$ 1,7 milhão

Sérgio Aguiar (PDT) – R$ 1,3 milhão

Tadeu Oliveira (PPS) – R$ 2,7 milhões

Walter Cavalcante (MDB) – R$ 1 milhão

Zezinho Albuquerque (PDT) – R$ 1,8 milhões

* Citado na relação de candidatos com bens acima de R$ 1 milhão, Marcelo Medeiros (Novo) procurou a coluna para justificar o patrimônio. Destacando que nunca ocupou cargos públicos, Medeiros disse ter acumulado bens em R$ 6 milhões após décadas de trabalhos como prático no serviço privado, além de ter feito uma série de investimentos. Ele afirma defender postura econômica liberal e busca reduzir gastos públicos na política.

O POVO

Nenhum comentário: