sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Prima conta que prefeito abraçou vítima ao cometer assassinato; suspeito permanece foragido


Familiares e amigos de Augusto César do Nascimento, 40 anos, assassinado nessa quarta-feira, 29, participam nesta quinta-feira do velório e sepultamento do corpo. A Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) informou que seguem as diligências à procura do prefeito de Santana do Acaraú, Marcelo Arcanjo (MDB), 60 anos. O gestor municipal é apontado pelas testemunhas como autor do crime. O POVO Online conversou com uma prima da vítima.

Edilane Monte, prima de Augusto, relata que no início da noite, por volta das 18h30min, o prefeito chegou à casa da família procurando o seu ex-funcionário. Augusto havia sido exonerado dias antes.

Ela explica que o prefeito chegou à porta da casa de Augusto e perguntou por ele. Então, Marcelo Arcanjo entrou na residência e foi em direção da vítima. Fazendo gesto de que iria abraçá-lo. Ninguém desconfiava da intenção de Marcelo, segundo ela narra.

"Ele chegou e agarrou o meu tio e mandou um tiro no peito. Aqui mesmo ele caiu", disse Edilane. A jovem conta que, após o tiro, a mãe de Augusto chegou ao prefeito e o expulsou da casa desesperada.

Até o momento a Polícia não sabe precisar se o crime tem relações políticas ou teria acontecido por desavenças entre os dois. Marcelo Arcajo permanece foragido, enquanto o 3º Batalhão da Polícia Militar de Sobral, responsável pela região do crime, continua nas buscas pelo suspeito.

A casa da família ficou cheia de familiares, amigos e pessoas da cidade que estiveram presentes no velório nesta manhã, na cidade que fica a 250km da Capital.

O POVO

Nenhum comentário: