domingo, 19 de agosto de 2018

Começou mal! É para se questionar e coçar a careca!


O deputado estadual Sérgio Aguiar iniciou sua campanha em Camocim perdendo um forte aliado do Distrito do Guriú. No mesmo tempo, de tabela, sua esposa Monica Aguiar perde uma figura do alto escalão de seu Governo. Trata-se do suplente de vereador Oliete Alexandrino, que ocupou o cargo de ouvidor Geral do Município até às 16h desta tarde de domingo (19), ocasião em que Sérgio se prepara para inaugurar seu comitê de campanha. 

Esse tipo de noticia não é uma das melhores para nenhuma liderança, principalmente para quem tem nas mãos o poder politico. - ou pensa que tem -.  É para se questionar e coçar a careca, afinal de contas, é mais um que sai da sombra para o sol, que recebia um salário bem acima do que recebem os pobres mortais de Camocim e com as pertinentes regalias que o cargo confere. 

O que aconteceu? 

 A partir do que se pode ver, temos como resposta mais óbvia - apesar dos babacas rejeitarem a lógica -,  o definhamento da liderança de Sérgio e uma cratera aberta se alastrando em seu território rumo ao futuro, 2020, eleições municipais.  Tudo isso, se continuar neste ritmo - e deve continuar -, antecipa a visão de futuro. 

Basta declinar o olhar pro campo das percas e verificar o passado para aceitar o fato de que o deputado tem descomposto  seu arco de aliança mesmo estando com o poder. Isso nunca aconteceu! 

Ainda voltaremos a tratar desta questão. Não vai faltar assunto desta natureza, pois dizem que a lista de descontentes é enorme e estas 'viradas' servem como estimulo.

Aguardemos os próximos capítulos.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: