segunda-feira, 9 de julho de 2018

Motoristas de ônibus intermunicipais entram em greve

Sem acordo nas negociações com o Sindicato Patronal acerca da jornada de trabalho, o Sindicato dos Trabalhadores das Empresas de Transporte Rodoviário de Passageiros Intermunicipal e Interestadual (Sinteti) decidiu pela paralisação das atividades na próxima segunda-feira (9). A greve começaria hoje, mas de acordo com a entidade, o prazo de 72 horas para atender a legislação ainda não havia sido cumprido.

O Sindicato informou que pretende fazer uma mobilização pacífica e que "tem um histórico de movimentos pacíficos". A paralisação é um resposta à redução da jornada de trabalho, de 44h semanais para 24h semanais, proposta pelo Sidicato das Empresas de Transporte Coletivo Intermunicipal e Interestadual do Ceará (Sinterônibus). De acordo com o Sinteti, isso reduziria em mais de 50% os salários da categoria.

O Sinteti também destacou o ingresso do sindicato patronal na Justiça com o pedido de um interdito proibitório. "Na prática, significa um pedido do sindicato patronal à Justiça para que o laboral esteja proibido de realizar qualquer manifesto em garagem, rodoviárias ou paradas de ônibus. Esse interdito foi solicitado antes mesmo da assembleia que ocorreu no dia 4", diz o Sinteti, por meio de assessoria. A reportagem não conseguiu contato com o Sinterônibus até a publicação desta matéria.

No último dia 15 de junho, em negociação mediada pelo Ministério do Trabalho, as empresas haviam oferecido um reajuste salarial de 1,69% e de R$ 0,22 no vale alimentação, assim como reajuste de R$ 2,11 na cesta básica, mas não houve acordo.

Diário do Nordeste

Nenhum comentário: