terça-feira, 10 de julho de 2018

Consórcio de Saúde está adimplente. Prefeita de Camocim não.

O Consórcio Público de Saúde da Microrregião de Camocim - CPSMCAM   encontra-se adimplente com suas obrigações. A folha de pagamento está em dia, assim como todas as certidões. O que ocorre é que a Exma. Prefeita de Camocim, Monica Aguiar, só assinou o contrato de rateio no final do primeiro semestre do ano 2018 e por essa razão até a presente data não entrou nenhum repasse de verba da Prefeitura de Camocim nas Contas do Consórcio. Para se ter uma ideia, de janeiro a junho desse ano a Prefeitura de Camocim deixou de repassar para a Policlínica a cifra de R$ 530.379,60. A dívida com o Centro de Especialidades Odontológicas (CEO) chega a quantia de R$ 208.317,72 o que totaliza um montante de R$ 738.697,32. 

A informação repassada aos meios de comunicação ligados ao governo da prefeita Monica é totalmente inverídica, pois todos os atendimentos clínicos,  exames e serviços continuam sendo mantidos aos  camocinenses, mesmo sem o CPSMCAM ter recebido até a presente data nenhum repasse da Prefeitura de Camocim.

É importante que se diga que durante os 04 anos em que Monica  esteve à frente do Consórcio, todos os municípios integrantes, Granja, Chaval, Barroquinha e Martnopole, honraram com seus compromissos financeiros perante o Consórcio. 

Entretanto, foi só perder a Presidência do Órgão para a Prefeita deliberadamente boicotá-lo, não honrando suas obrigações. Ela, por ter sido a gestora durante 04 anos, deveria ser a primeira a honrar com seus compromissos, prestigiando o colegiado que gerenciou tanto tempo. Comportamento lamentável, politiqueiro e desonesto!

Carlos Jardel

Nenhum comentário: