terça-feira, 24 de julho de 2018

Camocim - Secretária da SEPHARMA diz que "nota zero do IQM" é culpa do ex-gestor da pasta

Em contato com o Revista Camocim, por telefone celular, às 11h4min desta manhã de terça-feira (24), a atual  Secretaria Municipal da Pesca, Agricultura, Recursos Hídricos e Meio Ambiente - SEPHARMA, a senhora Nágila Barbosa, informou, um tanto quanto irritada com nossa matéria, inclusive nos ameaçando de processo na Justiça (rsrs)  que o responsável por Camocim ter tirado "nota zero" na avaliação do IQM - Índice Municipal de Qualidade do Meio Ambiente, avaliado pela Secretaria do Meio Ambiente do Ceará, foi o antigo gestor pasta, e não ela.

Como ela estava alterada e mais preocupada em nos ameaçar com processos judiciais do que apresentar sua versão dos fatos,  isso foi tudo que consegui ouvir de mais proveitoso para informar aos leitores.

A Secretaria Municipal da Pesca, Agricultura, Recursos Hídricos e Meio Ambiente - SEPHARMA, é a responsável pela articulação das informações e atividades requeridas pelo Estado, para fins do IQM. Camocim zerou na pontuação  deste ano, com isso o Município irá perder repasses orçamentário de até 2% da arrecadação do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços – ICMS.

Apenas para lembrar:

Todas as pessoas que exercem cargos públicos, políticos, pagos com dinheiro público, secretários, prefeitos, governadores, deputados, assessores e outros mais, tem uma VIDA PÚBLICA. E esta vida pública é do interesse de toda a população, inclusive da imprensa falada ou escrita, que não precisa de autorização prévia de quem quer que seja  para postar qualquer informação, elogios ou criticas contra  estas  ditas "figuras públicas" no exercício de sua função.

Uma rápida pesquisada nas inúmeras jurisprudências e na própria Constituição Federal poderia ajudar uma figura pública  a entender isso melhor, sem criar celeumas.

Por tanto, sem motivo algum, a senhora secretária, repito: bastante irritada,  pediu para que o blogue retirasse seu nome da matéria em questão AQUI, caso contrário iria entrar com um processo na Justiça contra este blogueiro e "não responderia por ela"

Como não difamamos, nem caluniamos, e nem mesmo a criticamos, apesar do direito assegurado constitucionalmente, não iremos retirar o nome da  senhora secretária de nossa matéria. Pois postamos apenas as informações que constam no site oficial do Governo do Estado. E se mencionamos o  nome da gestora  foi  simplesmente pelo fato de que  no momento,  a mesma é quem comanda a SEPHARMA.

Quanto a ela ser tia do vereador James da Pesqueira - também figura pública - dizer isso ao público não é crime, ou é?

Resumindo: como sempre fazemos, asseguramos o direito dela questionar nossa informação, apresentando sua versão dos fatos aqui no blog.

Em tempo: Ouvi dizer que a prefeita Monica, sabiamente, nem gosta que seus secretários respondam ao blog Revista Camocim, pra não gerar audiência pro blogueiro.

Sim, antes que eu esqueça, o ex-secretário da SEPHARMA , que foi mencionado aqui, se pretender apresentar sua versão dos fatos já pode.

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: