terça-feira, 29 de maio de 2018

Bolsonaro criou projeto que prevê 4 anos de cadeia quem obstrui via pública


Prometendo nas redes sociais revogação de multas aplicadas a caminhoneiros, Jair Bolsonaro (PSL) é, por outro lado, autor de projeto que pune obstrução nas vias públicas. Na proposição, quem impede ou dificulta o trânsito de veículos e pedestres pode pegar até quatro anos de cadeia. O projeto foi apresentado em agosto de 2016, na Câmara dos Deputados. 

"A proposição é pautada na necessária preservação dos direitos individuais e coletivos dos cidadãos, vítimas de ações irresponsáveis daqueles que desprezam as liberdades do outro quando da busca de suas demandas sociais", escreveu Bolsonaro na justificativa do projeto.

De acordo com o texto, "impedir ou dificultar o trânsito de veículos e pedestres, sem autorização prévia da autoridade competente" resultaria em "reclusão, de um a três anos”, pena agravada em um terço caso o ato prejudique o funcionamento de serviços de emergência. 


%u200BPré-candidato à Presidência, o deputado declarou apoio à paralisação dos caminhoneiros nas redes sociais. Nas manifestações iniciais criticou a obstrução de vias. 

"Caminhoneiros, parabéns, vocês estão fazendo algo muito mais importante até do que uma eleição. Só peço uma coisa, não bloqueiem a estrada. Com toda a certeza, onde por ventura esteja havendo bloqueio tem algum infiltrado do PT, do MST, da CUT", afirmou em vídeo divulgado na sexta, 25.

Bolsonaro é crítico recorrente de manifestações em vias públicas promovidas por grupos de esquerda. Neste domingo, porém, o presidenciável publicou em sua conta no Twitter: "Qualquer multa, confisco ou prisão imposta aos caminhoneiros por Temer/Jungmann será revogada por um futuro presidente honesto/patriota".

Redação O POVO Online 

Nenhum comentário: