sexta-feira, 6 de abril de 2018

Emanoel Vieira retoma sua cadeira no Legislativo após entregar Secretaria do Governo peitando Sérgio Aguiar

"Cuidado deputado, o senhor tem tudo para perder as próximas eleições de prefeito"



O vereador Emanoel Vieira retomou, na tarde de ontem (06), seu assento na Câmara de Vereadores de Camocim, na Bancada do Governo, depois de ter passado pela experiência de chefe do Gabinete da Prefeita e Secretário de Serviços Públicos e Conservação. Ele retornou ao Legislativo ocupando a função de líder do Governo. Seu retorno  foi anunciado  em primeira mão pelo Revista Camocim em março deste ano AQUI,  Quanto aos motivos que levaram Emanoel Vieira a abandonar o Governo, são muitos, e estão relacionados com vários fatores, como a falta de estrutura para o bom funcionamento da secretaria e o não cumprimento da  promessa feita pelo deputado Sérgio Aguiar, de compensar a perca de valores em seu vencimento, após a prefeita ter reduzido o salário de todo secretariado, tornando-o inferior ao de vereador, o que levou Emanoel a sofrer um prejuízo financeiro, além do desgaste público e politico, ocasionado pela inoperância da pasta executiva de sua responsabilidade.

De acordo com a nossa fonte, Emanoel Vieira, que é conhecido por não ter "papa na língua", ao entregar o cargo, disse poucas e boas ao deputado Sérgio Aguiar, apontando as falhas da gestão Monica e os erros políticos cometido pelo deputado enquanto líder do grupo de Situação. Um dos alertas teria sido: "cuidado Sérgio, o senhor tem tudo para perder as próximas eleições de prefeito, caso não corrija os muitos erros políticos e administrativos. Tem muita gente desgostoso no grupo, e além disso a cidade não está sendo bem cuidada".  O deputado teria escutado o desabafo sem esboçar muitas reações e pedido para Emanoel esperar a prefeita chegar de viagem para entregar oficialmente a pasta. 

O ex-vereador João Libório, tio da prefeita Monica, foi quem assumiu, no Lugar de Emanoel Vieira,  comando da Secretaria de Conservação e Serviços Públicos.

Já na Câmara,  quem dançou foi o suplente Oliete, que deverá ocupar um cargo comissionado no Governo Monica.

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: